18 outubro 2010

 

O alivio que é saber que se é corno

O pai vai ao quarto do filho para lhe dar as boas noites e constata que o filho está a ter um pesadelo.
Acorda-o e pergunta-lhe se está bem.
O filho responde que está com medo porque sonhou que a tia Susana tinha morrido.
O pai garante-lhe que a tia Susana está muito bem e manda-o de novo dormir.
No dia seguinte a tia Susana morre.

Uma semana depois, o homem volta ao quarto do filho para lhe dar as boas noites e o garoto está a ter outro pesadelo.
Desta vez diz que sonhou que a avó tinha morrido.
No dia seguinte a avó morre.

Uma semana depois, o homem vai de novo ao quarto do filho para lhe dar as boas noites.
O garoto está a ter outro pesadelo.
Desta vez o filho diz que sonhou que o pai tinha morrido...

O pai garante que está muito bem e manda-o de novo dormir.

No dia seguinte, ele está realmente apavorado, com a certeza de que vai morrer.
Sai para o trabalho e conduz com o maior cuidado para evitar acidentes;
Não almoça com medo de ser envenenado;
Evita as pessoas, com medo de ser assassinado;
Tem um sobressalto em cada cruzamento...
Ao voltar para casa, encontra a esposa e diz:
- Meu Deus... Tive o pior dia da minha vida !

E ela responde-lhe, toda chorosa:
- Pior foi o do meu chefe, que morreu hoje de manhã assim que chegou ao escritório!

MORAL DA HISTÓRIA:
Há momentos em que ser corno não é um problema, é um alívio.
Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?