15 julho 2009

 

O trinco

Eu não fiquei nada surpreendido com a minha falta de cultura desportiva (leia-se futebolística).
Pelo contrário, o meu colega ficou chocado.

Após ter lido a capa aqui do lado, comentei:
- "se em vez de se meterem com amadores fossem logo pedir ajuda a um profissional como a Fábrica de Chaves do Areeiro, já não tinham problemas com os trincos";

Por momentos o meu colega pensou que eu estaria a gozar, mas cedo percebeu, que um trinco para mim, é isso mesmo, um trinco.
Comments:
E ainda que mal te pergunte....
Afinal o que é um trinco para "eles"..........?
 
Nem mais... Lolol
 
Eu ainda sou pior. Uma vez meio arrasca, já suava por todos os poros, só descansei quando ela me disse "posso arranhar mas eu não trinco".
 
Mais: ouvi um daqueles da televisão, dos que se fartam de falar da bola, dizer que o trinco que o Benfica precisava era para actuar em profundidade. Logo, não pode ser essa da gravura, meu caro, têm de ter, pelo menos, uns trinta centímetros de comprimento, senão...

abraço!
www.tintapermanente.com
 
tem toda a razão.
Eles lá do futebol, como não jogam à bola, para não dar nas vistas, toca de inventar nomes para confundir os leigos
 
Mais fácil ainda era irem a Felgueiras e em vez de trinco colocavam um fecho eclair no saco
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?