03 julho 2009

 

E os forcados somos nós

É no mínimo parvo, ridículo e estúpido o que hoje se passou.

Um dos ministros mais fraquinhos acaba por se demitir, não por uma das tantas asneiras que fez ou disse, mas apenas (e ressalvo o apenas face à dimensão das outras proezas) por ter feito um gesto em pleno parlamento (naquele jardim de flores).

Quando um ministro se demite, o acto em si deveria demonstrar nobreza e elevação, mas quando este surge na sequência de uma parvoíce, traduz a mediocridade do valor que esses senhores representam.

Pela mesma ordem de ideias teríamos os japoneses a cometerem haraquiri por partir uma unha em plena batalha.
Comments:
Convido a visitar o post Que futuro teremos?.
Trata de um assunto que merece ser comentado, com seriedade. O tema merece profunda reflexão.

Abraço
João
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?