19 maio 2008

 

Ouvidos de pedra



Se as estátuas ouvissem, imaginem a sua agonia, Teriam de ouvir mesmo o que não queriam e jamais poderiam ir em busca do que queriam ouvir.

Por vezes há dias em que me sinto uma estátua que ouve. Pura e simplesmente ignoram-me e acabo por ouvir o que não quero (ou o que não devia). Mas ouvi.

Mas ao contrário das estátuas, eu ainda me posso mexer...
Comments:
Grata pela visita ao meu blogue.
Tem para aqui uma colecção de posts que já me fizeram rir um bocadito.

Cumprimentos,
Sal
 
Todos os dias ouvimos. Muitas vezes, tal como as estátuas, não nos mexemos...
Afinal...o mexer não faz baixar o preço dos combustiveis..
Abraço
Paulo
 
Os chineses costuma dizer: "Não oiço, não vejo e não falo", nós dizesmos sou cego, surdo e mudo... é o melhor para vivermos nesta vida.
 
às vezes estar não nos mexermos é a melhor solução... às vezes... só às vezes ;)
 
Como é hábito dizer-se, homem honrado não tem ouvidos...
Isabel
 
Hoje em dia muito poucos sabem ouvir... normalmente as pessoas preocupam-se mais com o som da própria voz.
 
Eu achava que já tinha visto esta imagem no teu blog...devo estar confundida.
Ainda assim acho que a foto está fantástica :)
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?