27 abril 2008

 

O acordo ortográfico


Quando me perguntam qual a minha opinião sobre o acordo ortográfico, digo simplesmente que tanto me faz.
Assim, quando de futuro der alguns erros, jamais saberão se estou a tentar adaptar-me aos tempos modernos, ou se pelo contrário, estou na minha fase mais arcaica do português.
Julgo até que brevemente irei começar a usar 'ph' a torto e a direito, para mostrar a minha faceta mais erudita e respeitosa para com os meus antepassados.

Mas independentemente da forma como escrevem ou pronunciam as palavras, acho que os brasileiros deviam fazer alguns testes antes de começar a trabalhar em Portugal. É que eles de facto não só possuem uma língua diferente da nossa, com significados diferentes, como a própria matemática se regula por um sistema próprio e muito diferente do nosso sistema decimal. E quanto a isso não há acordo que aguente.

Assim, da próxima vez que pedirem uma sopa da pedra e meia de legumes, preparem-se pois se o vosso empregado for brasileiro, vai certamente por na conta 6 sopas de legumes, ou colocar-vos uma meia na tigela.

Comments:
Fantástico! O melhor e mais despudorado comentário sobre o Acordo Ortográfico...

Phantástico (lol).
 
Estava a ver que nunca mais abordavas o tema. Parabéns.
 
Ôve la pa, max afynal o ke èh q teins kontra o akordo ortugráfiku? ;)
 
Eu até acho que as mudanças fazem bem, nem que seja para perceber-mos que fizemos mal, no entanto há certas palavras que a meu ver deviam ficar como estavam, outras até podiam mudar à vontade.
O certo é que a língua original é a nossa, mas a que está a mandar é a deles, e isso sim, isso está muito mal!
 
Pilatos lavará as mãos nas analfabetos de Portugal!
 
Olha... que se phoda!!!

Beijoca!
 
Essa da matemática foi mázinha... rs... Quanto ao (des)acordo ortográfico, podes ter a certeza que é coisa que nem se fala por aqui. Só em Portugal se está a dar importância ao caso. Por aqui, já vez a consideração que os brasucas têm por Portugal. O nosso país só serve para eles ganharem em euros ou para entrarem na Europa.
Isabel
 
Levei para o Drops!
Aqui no BRASIL esse assunto não esta na pauta do povo. Não estão nem um pouco preocupados com o PH...ou o CT....

Abçs
 
Afinal quando os portugueses vieram para cá
fugidos da fome de Portugal,não foi lhes imposto nenhuma restrição, seja linguistica ou social,não sei porque tanta convulsão por tão pouco,relaxe

Abç
 
Vi o seu post no blog do Eduardo e, curiosamente, também já tinha escrito qualquer coisinha sobre o Acordo no meu.
Gostei do que diz, embora ache que é um pouco provocador. Mas que fazer ? Não somos livres de expressarmos as nossas opiniões ? Claro que somos.

Ou será que já chegou o acordo, e eu não dei por isso, e agora já se escreve "expressar-mos" como vejo acima ?

Pena é que os nossos governantes não se interessem mais pelo ensino do português, em vez de andarem à volta de acordos políticos.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?