15 março 2007

 

Suborno com cafeína

A sina de ter que estacionar o carro em Lisboa é algo que atormenta muitos.

Muitos, menos o tal empregado do café perto do meu emprego, que pelo simples facto de poder estar a olhar para o carro, desenvolveu um esquema simples, mas eficaz, de suborno.


Os ‘gajos da EMEL’ já conhecem o carro e já o conhecem a ele, e assim, sempre que lá passam, vão avisá-lo que tem de meter um novo papelinho. O aviso, por sua vez, é recompensado com um café.

Ou seja, o estacionamento naquela zona é controlado consoante a dependência de café do ‘gajo da EMEL’.

A propósito, este é
o tal café onde evito entrar, mas só posso ser masoquista... hoje fui vítima da tradicional graçola:


“Mas quer o copo de água, com ou sem água?”.


Aposto que hoje até a estátua do Marquês ouviu a estúpida gargalhada do imbecil.

Comments:
Que bom que é viver na província!

:(( :))
 
nada pior que essas graçolas em cafés e restaurantes.
 
o gajo é que é imbecil mas ele é que tem lugar privativo à porta do trabalho e à borla.
 
È por isso e por muito mais que adoro o meu Algarve ...!

Um abraço da M&M & Cª!
 
Há sempre um empregado chico-espero em cada esquina...
O empregado aqui do café de baixo é muito porreiro mas a semana passada, também me mandou a graçola do "queria, já não quer?"!

Aqui em Picoas é só gajos da EMEL por todo o lado. Eu vivendo no Marquês, tenho o carro estacionado em Odivelas porque em duas semanas,apanhei duas multas!
 
Olha lá se o gajo da EMEL fosse alcoólico, a despesa que era suborná-lo com copos de vinho!?
 
Que bom viver no Alentejo a 50 Km de Lisboa. Um abraço.
 
Faz queixa à emel! Diz que há empregados a receber subornos desses.. lol ou então quando o sr. te mandar uma piadinha responde na mesma moeda mas sobre o suborno...
 
Lol

Beijos :o)
 
podias colocar mias perolas desse "mestre". a táctica dele em controlar os tipos da EMEL está bestial. Mas acredito que não se fique pelo café. depois começa um bolinho até que terá de pagar os almoços aos fiscais!
 
Típico. Mas eu prefiro a: "Queria a conta? Já não quer?", também da expressão: "Vai um cafézinho?"
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?