11 julho 2006

 

Hospede canino

Um turista que apenas viajava com o seu cão, escreveu antecipadamente ao Hotel Amador Las Cruces, no Estado do Novo México, para saber se aceitavam um hóspede que se fizesse acompanhar por um amigo de quatro patas.

Eis a resposta:

Trabalhamos na indústria hoteleira há mais de 30 anos.

Até agora nunca precisámos chamar a polícia para expulsar um cão que promovesse distúrbios até altas horas da noite.

Até hoje nunca vimos um cão por fogo na roupa da cama por adormecer com um cigarro na mão.

Nunca encontramos uma toalha ou um cobertor do hotel na mala de um cão, nem manchas deixadas nos móveis pelo fundo da garrafa de um cão.

Está claro que aceitamos o seu cão.

PS: Se ele se responsabilizar pelo senhor, "venha também".


Comments:
eheheheh! Vida de cão, é do melhor que há!
 
O teu ps é a melhor parte do post... inesperado :D
 
Por outro lado existe o sério risco do "amigo de quatro patas" andar pelos corredores do hotel a "aliviar-se" onde pode... ;)
 
:)
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?