21 maio 2006

 

Eurofestival da Canção 2006 - III

Decididamente, vou-me dedicar ao mundo do espectáculo!

Não estou surpreendido pela vitória deste grupo, bastava estarmos um pouco mais atentos às anteriores edições, para compreendermos que o relevo dado às performances dos artistas é superior à qualidade da música.

Portugal é que ainda não compreendeu isso e mesmo depois desta lição, vai continuar a apostar no medíocre. Na minha humilde opinião, a única canção ‘festivaleira’ que lá levámos até hoje, foi o Conquistador dos Da Vinci.

Mas falando ainda no Eurofestival da Canção e numa perspectiva de espectáculo, houve excelentes prestações em palco. Acho que a partir deste momento o conceito do Festival terá de ser revisto.

Em primeiro lugar deve mudar de nome. Poderá simplesmente abolir a palavra Canção, ficando a ser o Eurofestival. Os paises concorrentes passarão a ser avaliados pelas performances, obrigatoriamente em fundo musical, mas com recurso a actividades circenses, multimédia, aquáticas, etc...

Os meus mais sinceros parabéns aos Lordi, aos Finlandeses e aos restantes habitantes europeus com sentido de humor e fair-play.


Comments:
Por este andar, vão começar a fazer os festivais dentro de tendas de circo.
 
Discordo.

Os Lordi venceram e bem por terem a ousadis e terem cometido a proeza de levarem uma CANçÃO ao Festival da Canção.

Independentemente do aparato todo que os rodeou, o qual, inegavelmente os favoreceu também, a verdade é que levaram uma canção, escrita e interpretada em directo por eles mesmos.

Trouxeram algo que facilmente se destacou naquela sucessão interminável de clones da Shakira, da Britney Spears, da Céline Dion, do Ricky Martin e todos os restantes personagens constrangedores da moda.

O Festival da Canç~~ao é uma instituição velha e anquilosada certamente. Mas este ano revelou uma coisa: que há ainda pessoas que sabem escolher o que querem e não vão atrás das modas que lhes são auto impostas, impingidas mesmo!

Parabéns aos Lordi, aos da Lituânia pelo conteúdo da canção e mesmo à irritante cantora da Islândia que, ao que parece foi à Eurovisão precisamente com esse objectivo: o de irritar as pessoas.
 
Bola oito, quem fala assim não é gago.

Gostei da vitória dos Lordi, eu votei neles!

Votei neles porque entendi que nos estavam a proporcionar a hipótese de quebrar uma tradição e abrir horizontes. Temos de ter em atenção que a maioria do público desse evento, não é apreciador desse género musical.
Apenas saliento que o Eurofestival da Canção, enquanto evento cíclico, deverá reformular a sua concepção.

Eu cá gosto de espectáculo e prefiro ir assistir aos Lordi do que a um cantor qualquer que fique sentado e cante.
 
Há muuitos anos que o Festival da Canção, seja o nosso, seja o Internacional, deixou de ter relevância. É um desperdício constrangedor de tempo. A qualidade roça o fundo do poço e já começaram a cavar mais.

Lordi foram a excepção de décadas e décadas.

Pessoalmente já era fã, portanto...
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?