31 maio 2006

 

É aquilo a que se pode chamar filho da ....

Há para aí quarenta anos, quando a sociedade fechada em que a minha geração foi criada, ainda não permitia as liberdades sexuais que os jovens de hoje praticam, não era invulgar que um "rapazote" na adolescência, desse os primeiro passos junto das mulheres ali para os lados do Intendente ou do Bairro Alto.


Foi numa dessas incursões pelo mundo do "pecado" que um dia, pela boca de uma "menina" de serviço num dos muitos bares da especialidade, ouvi este provérbio engraçado que nunca mais esqueci:
- O que arde cura e o que entala segura.
Ora, quando um destes dias ouvi um ministro do governo citar o mesmo provérbio como provindo da sua querida "mãezinha", disse logo para com os meus botões:
- Meu Deus, como este Mundo é pequeno!
É para isto que uma mãe cria um filho...

Da autoria de “Novo Beco


Comments:
Aqui deixo um valente LOL!
No entanto, não é novidade nenhuma a proveniência da maioria desses senhores... ;)
 
Não é por nada, mas acho que o ditado no original é "o que arde cura, o que aperta segura".... acho que a menina (que hoje em dia não deve ser menina nenhuma), ou estava confusa, ou estava a fazer um trocadilho.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?