15 abril 2006

 

Vigaristas ! ! !

Na semana passada, cerca de 80 deputados da Assembleia da Republica, ‘baldaram-se’ ao trabalho, mesmo depois de assinarem a folha de presenças (ou pior ainda, alguém assinou por eles).

Quando tinha uns 10 anos, cheguei a pensar em ser uma pessoa importante, um político.

Ser uma daquelas pessoas que quando fala, todos param para ouvir (melhor que um professor).

Depois fui crescendo e aprendi que todos erram.

Mas há quem possa erram mais que outros. Um futebolista pode errar várias vezes e no entanto ganha muito mais que um médico (que já não dá jeito que erre assim tanto e ganha muito menos).

Mas pior que errar é fazer algo que deixa todos perplexos, ou seja, fazer exactamente o contrário do que deviam fazer.

É tanto mais grave quando determinadas profissões, que são (TÊM DE SER) exemplos para todos, dão o exemplo pela negativa.

Acho imperdoável um polícia roubar, um bombeiro deitar fogo a matas e um político... enganar o povo.

Tal como acho que o polícia e o bombeiro, depois de deliberadamente fazerem o contrário daquilo que é suposto fazer, deveriam ser julgados exemplarmente, um político deveria ser afastado imediatamente do seu cargo, contribuindo assim para a credibilização dos restantes!


Comments:
Vai dar em nada ! ! !
Vão todos arranjar justificações uns aos outros !
Deviamos ter perdido em Aljubarrota!
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?