08 maio 2006

 

Campeonato da saliva

Já o disse, volto a dizer e prometo não ficar por aqui.

Detesto a língua portuguesa.

Ontem assisti ao campeonato nacional da língua portuguesa e apenas confirmei o que defendo, trata-se de uma língua complicada, com mais excepções que regras.

Ficou uma vez mais provado que não dominamos as línguas, ou pelo menos o português.

Eu cá não domino as duas, a língua portuguesa e a minha!

Temos muitas palavras pomposas, cheias de importância e significado, mas que nunca saem do dicionário. Eu não as vejo por aí impressas nas publicações e não me venham cá dizer, que os grandes autores as usam.

Por falar em grandes autores, estive recentemente envolvido numa discussão com uma editora, sobre a forma como um grande autor da língua portuguesa expressava as suas ideias no papel. OK, estou a ser simpático, na realidade dava erros gramaticais.

A resposta da editora para os casos expostos foi do género:

“... deve-se ao estilo do autor, ...”

“... parece-nos uma liberdade do autor...”

O meu obrigado pela excelente desculpa, pois a partir deste momento, sempre que me criticarem, rechaçarei com veemência, alegando que se trata do meu estilo peculiar em utilizar as letras, qual ‘lego’ colorido nas mãos de uma criança.

Sobre a Bárbara, nada a dizer, pois lembrei-me que tenho ali uma coisa importante para fazer.


Comments:
Para quem detesta a língua portuguesa, não está nada mau

Adorei o logo
 
È... a nossa lingua deixa muito a desejar: provavelmente os brasileiros têm razão. P'ra quê complicar, n'é??!!
 
Caro LFM,

Não deves agredir a língua, lê um pouco mais e assim passarás a compreender a sua beleza e estarás em simultâneo a defende-la.
 
Olhe que não meu caro amigo, olhe que não...

Neste momento, a língua portuguesa, é para mim como respirar, algo que não faço com especial emoção, mas sim porque me vejo obrigado a fazê-lo.

Mas já que tenho de respirar, sigo algumas regras e uso os orifícios destinados a esse fim (sem fazer muito barulho).
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?